Ave Terrena Alves

março 28, 2020 Off Por LS
Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/03/28/ave-terrena-alves/
Twitter

 

Travesti dramaturga, poetisa, escritora, produtora, atriz e performer. Participou do curso do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council, em 2014, a partir do qual escreveu a peça “O Amor Canibal”, publicada pela editora do SESI. Além disso, teve experiências nos cursos de Artes Cênicas da UNICAMP, e de Letras na USP. Integra o Laboratório de Técnica Dramática (LABTD) desde 2015, onde participou de pesquisa ‘Mural da Memória’ sobre tortura e perseguição na época da ditadura cívico-militar. O primeiro resultado desse projeto foi a criação do texto da peça “O Corpo que o Rio Levou” (publicada pela Editora Giostri), encenada em 2017 no Centro Cultural São Paulo (CCSP), e cuja segunda temporada passou por assentamentos e movimentos de luta por moradia. A segunda peça do projeto se chama “As 3 uiaras de SP City”, e acompanha a trajetória de personagens trans em diferentes momentos históricos do país, desde os anos 80 (anos finais da ditadura), até os dias atuais. Estrelado pelas artistas trans Danna Lisboa e Veronica Valenttino, ela também foi apresentada no CCSP. Em 2018, lançou seu primeiro livro de poesias e ilustrações: “Segunda Queda” (Editora Kazuá). Em 2020 estreou uma peça também chamada “Segunda Queda” no Teatro Oficina, durante a III Semana da Visibilidade Trans. Integrou o intercâmbio teatral “Lugar da Chuva”, participando de uma residência artística em Macapá-AP durante dois meses. Participou do Festival Transvive em Belo Horizonte – MG e da Virada Cultural de SP 2019.

 

Obras: “O Corpo que o rio Levou”, “Às 3 Uiaras de SP City”, “Segunda Queda”

Links:

http://centrocultural.sp.gov.br/site/wp-content/uploads/2014/05/CCSP-publicacoes-livreto-as-tres-uiaras.pdf

 

Palavras-chave: teatro; poesia; transvestigêneres; ditadura

 

 

Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/03/28/ave-terrena-alves/
Twitter