Leo Tabosa

março 28, 2020 Off Por LS
Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/03/28/leo-tabosa/
Twitter

 

 

Natural de Caruaru, agreste pernambucano, Leo Tabosa é cineasta, autor de livros, jornalista e gestor cultural. Seu primeiro filme foi resultado do seu TCC em Jornalismo, chamado “Retratos” (c/Rafael Negrão), no qual aborda a vida de seis travestis que possuem vidas profissionais distantes da prostituição. Seu filme seguinte, “O Vôo da Fenix” (2010), também é protagonizado por uma travesti. “Tubarão”, de 2013, é um documentário curta-metragem sobre um americano que perde o parceiro em uma tragédia no mar recifense e, encarando a solidão, começa a fotografar desconhecidos transando em banheiros públicos. Seu filme seguinte,  “Baunilha” (2017), aborda práticas BDSM. Já o curta “Marie” (2019) trata sobre uma travesti que volta ao sertão pernambucano para enterrar seu pai. Além dessas obras adultas, também produz animações e livros para o público infantil. É diretor executivo na Pontilhado Cinematográfico e gestor cultural na Universidade Católica de Pernambuco.

 

Obras selecionadas: Retratos; O vôo da fênix; Tubarão; Baunilha

Links:

https://twitter.com/leotabosa

http://pontilhadocinematografico.com.br/web/

 

Palavras-chave: cinema; BDSM; transvestigêneres

 

 

Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/03/28/leo-tabosa/
Twitter