Rafael BQueer

abril 6, 2020 Off Por LS
Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/04/06/rafael-bqueer/
Twitter

 

 

Artista visual (Belém – PA, 1992), formado pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e pela Escola de Artes Visuais (EAV) do Parque Laje. Atualmente, vive no Rio de Janeiro – RJ, onde desenvolve performance, vídeo, fotografia e curadoria, além de trabalhar como carnavalesco em escolas de samba. Seu trabalho discute gênero e sexualidade por perspectivas queer, e raça em perspectiva decolonial, em especial através de um olhar afro-indígena, a partir da Amazônia Oriental. Dentre suas obras há uma série de ações que realizou interpretando a personagem Alice (do País das Maravilhas), circulando por espaços como o Lixão do Aurá em Belém, Centro de Belém, Central do Brasil – RJ e Vila Autódromo. Essas performances foram registradas em fotos e vídeos que renderam a exposição “Alice e o chá através do espelho”. Outra ação sua se chama “Safari”, e foi realizada na comunidade de Jacarezinho, como uma crítica a perversidade por trás dos passeios turísticos em favelas do Rio. Desenvolveu ainda a performance “Le Noir”, na qual convidou 12 artistas para um trabalho de presentificação do corpo negro no bairro do Leblon. Mais recentemente tem trabalhado com a obra “Super Zentai”, que discute corpo, objetificação e fetiche. Realizou a curadoria da exposição ‘Manifesto Afrofuturista’ (2018), no espaço Caixa Preta, no Rio. Em 2019 estreou sua exposição individual “UóHol”, no Museu de Arte do Rio. Realizou residências na Red Bull Station – São Paulo, Despina (Rio de Janeiro) e na AnnexB em Nova York (EUA). Recebeu indicação ao Prêmio Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para Artes Plásticas 2019. Se apresenta também como a drag queen Uhura Bqueer. 

 

Obras selecionadas: “Alice através do espelho”; “Safari”; “Super Zentai”

 

Links:

https://cargocollective.com/rafaelbqueer

https://www.instagram.com/rafaelbqueer/

https://www.youtube.com/channel/UC0Uu-Wnqi2uRfvt3gsvUGXA

 

Palavras-chave: artes visuais; performance; negritudes

 

 

Please follow and like us:
RSS
Follow by Email
Facebook
Google+
http://politicasdocus.com/2020/04/06/rafael-bqueer/
Twitter